Voltar ao site

COLUNA DO TÚLIO ROMUALDO: Juntos somos mais fortes

Texto 28

 

Na história do Brasil, sabemos que a Educação pública sempre enfrentou muitos desafios. Maior acessibilidade, gratuidade e qualidade são somente algumas das lutas que ainda temos de travar em meio a um contexto atual de evidente ataque ao ensino público e numerosas medidas de desmonte daquilo que, com muita luta, alcançamos. Nós, professores e professoras, representamos uma ambiguidade: por um lado, somos perigosos, quando ousamos desafiar o sistema e trabalhar com afeto e energia junto aos estudantes na construção de conhecimentos e na transformação social, apesar da ainda crescente desvalorização de nossa profissão; por outro, e aqui falo de um caminho mais fácil, podemos ser reprodutores de variadas opressões e ferramenta das elites econômicas para manutenção de um status quo social tão triste e desigual entre as camadas socioeconômicas brasileiras.    

Nesse contexto, são inúmeros e cotidianos os desafios que se apresentam a cada vez que estamos na escola, seja presencialmente ou virtualmente, como tem sido durante o trabalho remoto na pandemia provocada pelo coronavírus. Dessa forma, penso que, para os trabalhadores e para as trabalhadoras da Educação, há de se ter muita garra para superar os obstáculos que atravessam o fazer de nosso trabalho. A cada dia mais, renovo o sentimento de que encontrar estratégias coletivas de luta dentro da Educação não é opção, mas sim necessidade.    

Ao pensar nisso, esta rede de Professores transformadores, ao longo de seus recém completados seis anos de atuação, sempre foi um belíssimo exemplo de como educadores e educadoras podem se unir para analisar situações, propor ações e atuar em rede. Composta por profissionais atuantes em vários níveis de ensino, esta rede foi fazendo da valorização docente seu compromisso maior, construindo, pois, um trabalho louvável, uma vez que, em nosso país, os professores e as professoras são amplamente perseguidos, desvalorizados e ameaçados, tanto por autoridades governamentais como por muitas famílias.     

Como já anunciado por outros colunistas, a rede Professores transformadores está preparando a finalização de suas atividades. Então, com um aperto no coração, eu, como colunista e coordenador de colunas da rede, registro nestas letras o meu agradecimento por ter feito uma pequena parte desta grande história e o meu carinho pelas pessoas que se uniram a mim nessa travessia para refletir nossa Educação. Os colaboradores, as colaboradoras, os leitores e as leitoras foram essenciais para que eu renovasse a esperança nos momentos de mais necessidade, mostrando-me que juntos somos mais fortes.

Portanto, desejo que continuemos a nos fortalecer em rede e nos encontrando nas lutas.   

Até logo!  

(Eu sou o Túlio Romualdo, graduado em Licenciatura em Língua Portuguesa pela UFOP, especialista em Ensino de Língua Portuguesa pelo IFMG – Campus Ouro Preto e mestrando em Estudos Literários pela UFMG. Moro em Ouro Preto e, como professor, interesso-me, sobretudo, pelos diálogos que tenham a educação como foco e a transformação como meta.) 

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OKSubscrições powered by Strikingly